"(...) Um cheiro de paz risonha do encontro do que é bom!"

sábado, 27 de novembro de 2010

Não sou, nunca fui e não quero ser santa. Me recuso, entretanto, a fazer parte do mal, independente do que mal seja. Vou continuar falando palavrão, me apaixonado e enchendo a casa de corações de papel, maltratando minha mãe às vezes e depois me sentindo injusta, ainda vou fazer muitos amigos errados, vou viajar quilômetros por amor aos meus irmãos, aos meus amores. Vou ser assim porque, na verdade, eu já sou tudo isso. Tá tudo errado e tá tudo certo. Tá tudo mudando e tá tudo bem.(...). Daqui há pouco tudo muda, mas eu ainda vou querer estar com você porque, é fato, você me mudou.

2 comentários:

  1. Oi querida!!! Tenha um ótimo domingo de Sol ;)

    Bjks =*

    ResponderExcluir
  2. aaaaaai lindissimo!
    (sua sis de sao paulo)

    ResponderExcluir